Havaianas na Formula 1

Havaianas-3

Durante o inverno na Europa quando as equipes estão em processo de desenvolvimento de seus carros para a temporada seguinte, muitos fãs fizeram brincadeiras comparando a novidade do Halo – equipamento de segurança para evitar que algo atinja diretamente a cabeça dos pilotos em um acidente – com as nossas sandálias/chinelos Havaiana, uma das maiores marcas do segmento.

Aproveitando tal oportunidade como uma chance de promover a marca brasileira, a equipe de marketing se uniu junto da equipe da Force Índia para firmarem uma parceira de patrocínio para alguns GPs durante a temporada de 2018.

Havaianas-2

A Havaina procurou a equipe certa já que os indianos são uma das equipes mais fáceis de negociar patrocínios que envolvam certas mudanças até na construção de algumas partes do carro, no caso o Halo foi revisto para que parecesse ainda mais com as sandálias da Havaina. Vejam como ficou e deem suas opiniões.

Texto: André Luís Pagoto de Almeida

Imagens: http://www.br.motorsport.com/ Lat Images

Formula 1 Australia 2018 FP2

FP2-2

Durante a primeira seção de testes para a primeira etapa do ano, vimos uma Mercedes dominante, Lewis Hamilton ficou mais de 6 décimos a frente do primeiro carro não Mercedes, com Red Bull e Ferrari se misturando na segunda e terceira fila. Mas o que mais chamou a atenção para a segunda seção de treinos é que o Jovem Holandês Max Verstappen ficou na segunda posição apenas 0,127 segundos de Lewis.

FP2

Entre os pilotos da Ferrari mais uma vez Kimi Raikkonen foi mais rápido que Sebastian Vettel no ano que talvez seja o de despedida do finlandês. Outra surpresa interessante do dia foi o piloto francês Romain Grosjean na sexta posição com a sua Haas ficando a frente do australiano Daniel Ricciardo da Red Bull.

Mais uma vez a McLaren se sobre saiu em relação aos carros de fábrica da Renault repetindo as posições de Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne, oitavo e décimo respectivamente.

E infelizmente vemos mais um ano da Sauber/Alfa Romeo amargando as duas ultimas posições do grid, com Marcus Ericsson e Charles Leclerc separados por apenas um milésimo nos seus tempos de volta.

Segue aqui o desempenho de cada um dos pilotos no FP2:

P # PILOTO TEMPO VOLTAS
1 44 L. Hamilton 1:23.931 35
2 33 M. Verstappen 1:24.058 34
3 77 V. Bottas 1:24.159 34
4 7 K. Raikkonen 1:24.214 39
5 5 S. Vettel 1:24.451 38
6 8 R. Grosjean 1:24.648 34
7 3 D. Ricciardo 1:24.721 28
8 14 F. Alonso 1:25.200 28
9 20 K. Magnussen 1:25.246 30
10 2 S. Vandoorne 1:25.285 34
11 55 C. Sainz 1:25.390 35
12 11 S. Perez 1:25.413 30
13 27 N. Hulkenberg 1:25.463 35
14 18 L. Stroll 1:25.543 32
15 31 E. Ocon 1:25.888 33
16 28 B. Hartley 1:25.925 41
17 10 P. Gasly 1:25.945 39
18 35 S. Sirotkin 1:25.974 37
19 9 M. Ericsson 1:26.814 31
20 16 C. Leclerc 1:26.815 35

Ayrton Senna aniversário 58 anos.

ayrton-senna-guia-sua-toleman-no-grande-premio-de-monaco-de-1984-1337812033608_1920x1080

Pra mim, o que mais me impressionou e me emocionou na história de Ayrton Senna como piloto foi essa prova Grande Prêmio de Mônaco de 1984. O vídeo mostra muito bem o porque.

“Ayrton Senna em 1984 fez a sua estreia na Formula 1, em uma equipe muito pequena, na qual é bem comum pilotos novatos começarem sua carreira. Hoje em dia seria uma Sauber ou Haas talvez.”

“Senna chegou para a corrida pouco tempo antes da qualificação, nunca antes tinha visitado Mônaco, pela primeira vez não só na pista mas também a primeira vez na vida que ele esteve naquele lugar.”

“Eu não sei o quão claro eu consigo ser ao tentar descrever o quão difícil é pilotar um carro de Formula 1 em ruas normais como as do principado em comparação a um circuito preparado para isso com áreas de escape e caixa de britas.”

“E para dificultar um pouco mais a vida dos pilotos, não a de Senna, quem o conhece sabe que na chuva ele dominava, aquele final de semana estava muito chuvoso e o dia da corrida não foi diferente.”

 

Descrição do vídeo:

“Alain Prost largou na primeira posição com seu McLaren TAG e Nigel Mansell largou na segunda posição.”

“Ayrton Senna estreante naquela temporada largou em décimo terceiro.”

“Na décima primeira volta Mansell ultrapassou Prost, assumindo a liderança da corrida mas cinco voltas depois bateu e abandonou a prova.”

“Senna já era terceiro colocado atrás apenas das dua McLarens.”

“Na décima nona volta Ayrton Senna ultrapassou Niki Lauda assumindo a segunda posição ficando aproximadamente 30 segundos atrás de Prost.”

“Apenas cinco voltas após Senna ultrapassar Lauda ele bateu sua McLaren, provando que mesmo os melhores pilotos poderiam falhar nessas condições.”

“Na volta 32 a prova foi parada com uma bandeira vermelha, que não necessariamente significava o fim da corrida, porque a corrida poderia recomeçar. Quando de repente bandeira quadriculada e bandeira preta”

“Senna celebrou, mas estava tudo muito confuso, ele acreditava ter ganho a corrida, mas as regras diziam que o resultado final era declarado na volta anterior da qual a prova foi interrompida, quando ele ainda era segundo.”

84MC-16

Senna impressionou a todos naquele final de semana e me impressiona toda vez que assisto ou lembro sobre essa corrida, pra mim é a mais incrível que ele fez devido às circunstâncias de não conhecer Mônaco, estar chovendo e ganhar de pilotos como Keke Roberg Niki Lauda, Alain Prost, Nigel Mansell.

Textp: André Luís Pagoto de Almeida

Fotos: Internet