Honda Civic Type-R 2018

2018-honda-civic-type-r-6

Sim, realmente não faz muito tempo de que a última versão do Civic Type-R foi lançada lá em 2015, para os fãs mais puristas foi uma decepção saber que o modelo seria o primeiro Type-R da história turbinado, mas para acompanhar os Hot Hatch do mercado não daria pra deixar de usar o truque da indução forçada. Com um motor 2.0 de 306 cavalos e 40,8 kgfm de torque o modelo ainda em fase de desenvolvimento foi até Nürburgring e bateu o recorde de carros com tração dianteira que pertencia ao Megane 275 Trophy-R, marcando o tempo de 7:50.63.

Hoje o recorde do circuito alemão pertence ao Golf GTI Clubsport S, e como o próprio engenheiro da Honda responsável pelo projeto do novo Type-R Mitsuru Kariya disse, eles não estão contentes com o segundo lugar e o modelo em desenvolvimento está em busca do recorde mais uma vez.

nurburgring

Até então o que temos de detalhes sobre o novo carro é de que agora ele voltará a usar suspensão mult-link no eixo traseiro, fato que não entendemos porque os modelos FN2 e FK2 terceira e quarta gerações respectivamente não usaram uma das melhores armas presentes em versões anteriores do Type-R. Mais um vez palavras do Engenheiro, “a potência não será drasticamente modificada” já que o mesmo se diz contente com a potência presente no atual modelo. Podemos esperar talvez algo em torno dos 350 cavalos, mais do que isso acreditamos que seja algo difícil de se controlar em um carro tração apenas no eixo dianteiro.

Então, 350 cavalos poderiam ser demais para um carro com tração dianteira? Sim, acreditamos que tornaria o carro muito difícil de controlar a entrega de potência e um controle de tração para tudo isso não se comportaria de forma animadora em uma tocada mais agressiva. Uma alternativa seria tração integral como presente no também Hot Hatch Focus RS, mas a Honda diz não estar disposta a equipar com tração nas quatro rodas um carro do porte do Civic, “Obrigado Honda!!!”.

2018-honda-civic-type-r-7

O engenheiro Katsushi Inoue chefe da Honda na Europa argumenta, “ Sim temos muitos concorrentes, mas até o atual modelo não deixa nada a desejar a eles. Então a preocupação da Honda é construir um carro que entregue prazer ao dirigir e não que seja extremamente rápido sem entregar prazer na condução.” Com isso ele assegura de que o modelo continuará a ser equipado com um câmbio manual de 6 marchas e com um diferencial de deslizamento limitado para gerenciar a entrega de potência. Nada de dupla embreagem “Obrigado mais uma vez Honda!!!”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s